mulher dragao.jpg

O Caso da Mulher Dragão 
1982

 

O Caso da Mulher Dragão nasceu como um folhetim para a revista Homem, da Editora Três. O editor e amigo Leonel Prata Me abriu a porta para esse velho sonho. Eu queria me tornar um autor de pocket books como meu ídolo, Helio do Soveral O personagem é uma paródia do filme Conceição, dirigido e interpretado por Hélio Souto. O detetive Castro mora no centro de São Paulo e fala como a dublagem de uma velha série de TV. Neste livro ele é contratada por garotas de uma boate do cais de Santos para descobrir por que elas estão sumindo de um dia para o outro. Ao mesmo tempo Castro é ameaçado por extremistas que explodem bancas de jornais no centro de São Paulo. O livro foi adaptado para história em quadrinhos (com arte do grande Flavio Colin) e virou projeto de filme e série com o cineasta Francisco Dreux. Capa de Roberto Negreiros.

 
 
 
 
 
 

Fotos da festa de lançamento de O Caso da Mulher Dragão na sede da Fundação Getúlio Vargas em São Paulo. Fotos de Nellie Solitrenick, em 1982:

 
 
Auika GV 11 dezembro 1981 16 Dago
Auika GV 11 dezembro 1981 16 Dago

press to zoom
Auika GV 11 dezembro 1981 03 Lena
Auika GV 11 dezembro 1981 03 Lena

press to zoom
Auika GV 11 dezembro 1981 07 DM LuGoma
Auika GV 11 dezembro 1981 07 DM LuGoma

press to zoom
Auika GV 11 dezembro 1981 16 Dago
Auika GV 11 dezembro 1981 16 Dago

press to zoom
1/20

Leia a versão em quadrinhos do Detetive Castro: